menu-bgimg

What we can offer you

We provide detailed transactional data, cost benchmarks and in-depth analytics for participants in the wood raw materials supply chain.
  • Pricing Data
  • Benchmarks
  • Product Forecasting
  • Advisory Services
  • Analytics
Learn More

SilvaStat360 Platform

  • Price Benchmarks
  • Madison’s Lumber Reporter
  • The Beck Group’s Sawmill TQ
  • Timber Supply Analysis 
  • Global Economic Data

Explore Forest2Market's Interactive Business Intelligence Platform

Learn More

Industries

From biomass suppliers in the Baltics to pulp producers in Brazil and TIMOs in the United States, Forest2Market provides products and services for suppliers, producers and other stakeholders in the global forest products industry.

Learn More
x
 
Blog

Forest2Market publica o primeiro relatório de preços baseado em transações na Suécia, Finlândia, países Bálticos e Rússia

Author: Marcelo Schmid

A Forest2Market publicou o primeiro volume de seu relatório de preços da região do Báltico, um benchmark de preços de transações reais de matéria-prima florestal para as indústrias do setor florestal e de bioenergia na Escandinávia (Suécia e Finlândia), Países Bálticos (Estônia, Letônia e Lituânia) e noroeste da Rússia.

Os resultados do primeiro trimestre de 2017 mostram, entre outras tendências, que existem diferenças significativas no custo da madeira entregue tanto em fábricas de celulose quanto em serrarias na Suécia, vejamos:

  • Produtores de celulose: a fábrica de mais alto custo paga 26% mais nas toras de espécies coníferas que a fábrica de mais baixo custo. Considerando uma estimativa anual, o potencial de redução de custo para a fábrica de mais alto custo é superior a 26 milhões de euros. Se essa fábrica que consome 2,5 milhões de metros cúbicos de madeira anualmente pudesse reduzir seus custos para a média de mercado (redução de 4,5 euros/m3) a economia iria ser superior a 10 milhões de euros.
  • Serrarias que consomem pinus: a fábrica de mais alto custo paga 20% mais para toras de espécies coníferas que a fábrica de mais baixo custo. Considerando uma estimativa anual, o potencial de redução de custo para a fábrica de mais alto custo é superior a 6,8 milhões de euros. Se essa fábrica que consome 500 mil metros cúbicos de madeira anualmente pudesse reduzir seus custos para a média de mercado (redução de 07 euros/m3) a economia iria ser superior a 3 milhões de euros.
  • Serrarias que consomem toras de abeto (spruce): a fábrica de mais alto custo paga 34% mais para toras de espécies coníferas que a fábrica de mais baixo custo. Considerando uma estimativa anual, o potencial de redução de custo para a fábrica de mais alto custo é superior a 13 milhões de euros. Se essa fábrica que consome 500 mil metros cúbicos de madeira anualmente pudesse reduzir seus custos para a média de mercado (redução de 15,7 euros/m3) a economia iria ser e aproximadamente 8 milhões de euros.

Com essa adição à sua lista de produtos a Forest2Market passa a fornecer relatórios de preço de mercado, benchmark de desempenho e análises customizadas para a maioria dos mercados de madeira na América do Norte, América do Sul, Escandinávia, região do Báltico e Rússia.

Com o relatório de preços do Báltico compradores e vendedores de madeira poderão comparar seu desempenho ao mercado de forma clara e com confiabilidade, além de ter acesso a preços praticados por diversos players do mercado, construir parcerias sólidas e definir, medir e ajustar decisões estratégicas baseadas em dados atuais e de alta qualidade. Enquanto as indústrias de alto custo podem usar o relatório da F2M para baixar seus custos, as indústrias de baixo custo podem usar os dados para demonstrar aos stakeholders que elas estão obtendo o máximo de valor da cadeia de suprimentos.f2m_logo.png

Esse nível de transparência de mercado vem em um momento crítico para a indústria na região. “Agora que os Estados Unidos estabeleceram tarifas na madeira serrada vinda do Canadá”, diz Pete Stewart, presidente e fundador da Forest2Market, “as serrarias da Suécia terão oportunidade de exportar mais madeira serrada para os EUA. Mas elas somente terão essa oportunidade se forem competitivas em custo. A utilização do relatório da F2M para gerenciar custos permite uma vantagem estratégica nessa situação”.

Antti Kämäräinen, diretor da Forest2Market na Escandinávia enxerga uma utilidade similar para o relatório na Finlândia: “atualmente o frete de um container na Finlândia é muito alto. Os dados da F2M permitirão que as serrarias reduzam seus custos na cadeia produtiva quando elas compram madeira. Isso irá mitigar o efeito geral do alto custo de frete sobre o lucro da empresa. Com o aumento da demanda esperado para o terceiro trimestre de 2017 na Finlândia, o relatório da F2M será especialmente relevante”.

As fábricas russas também têm uma razão para gerenciar seus custos. “Ao longo dos últimos anos os custos internos de matéria-prima florestal aumentaram em 10% ao ano na moeda local”, diz Vasylysa Hänninen, diretora da Forest2Market nos países Bálticos e Rússia. “O rublo fraco encobriu o efeito do rápido aumento dos custos da madeira, fazendo com que as fábricas parecessem mais competitivas e rentáveis no mercado global do que realmente são. Ao longo do último ano, porém, o rublo tem se tornado mais forte. Como a taxa de câmbio está se estabilizando as empresas irão perceber que a rentabilidade irá cair. Com os dados da F2M as empresas podem pagar menos pelo pela matéria prima florestal, garantindo sua vantagem competitiva no mercado internacional”.

Saiba mais sobre os produtos e serviços da Forest2Market do Brasil

 

Back to Blog

You May Also be Interested In

Onde foi parar a floresta que estava aqui?
A conversão de florestas plantadas para áreas de agricultura na região Sul não é um fenômeno recente. Já faz alguns...
Continue Reading
Fevereiro 09, 2018
Demanda por eucalipto no Paraná?
Sabe-se que o setor florestal do Paraná é conhecido por seu segmento de madeira serrada de pinus. Não é à toa que é...
Continue Reading
Novembro 16, 2017
III Seminário Regional sobre o Mercado Florestal: Perspectivas para Santa Catarina e Paraná em 2018
A Forest2Market do Brasil tem promovido debates regionais sobre o mercado florestal com grande sucesso em...
Continue Reading