menu-bgimg

What we can offer you

We provide detailed transactional data, cost benchmarks and in-depth analytics for participants in the wood raw materials supply chain.
  • Pricing Data
  • Benchmarks
  • Product Forecasting
  • Advisory Services
  • Analytics
Learn More

SilvaStat360 Platform

  • Price Benchmarks
  • Madison’s Lumber Reporter
  • The Beck Group’s Sawmill TQ
  • Timber Supply Analysis 
  • Global Economic Data

Explore Forest2Market's Interactive Business Intelligence Platform

Learn More

Industries

From biomass suppliers in the Baltics to pulp producers in Brazil and TIMOs in the United States, Forest2Market provides products and services for suppliers, producers and other stakeholders in the global forest products industry.

Learn More
x
 
Blog

Maximizando o Enterprise Value através da otimização da cadeia de suprimentos

Author: Pete Coutu

“Um dólar economizado é melhor do que um dólar ganho" é uma frase que os consultores financeiros costumam usar ao explicar o conceito de acumular riqueza ao longo do tempo. É uma ideia simples em um nível pessoal: se eu poupar e investir mais da minha renda hoje, terei maior conforto no futuro. Mas a aplicação deste conceito a uma empresa que opera na indústria de produtos florestais não é tão simples, uma vez que diversos fatores adicionais afetam esses negócios e sua lucratividade a longo prazo.

Oportunidades de melhoria (e economia de dinheiro) existem em todos os níveis da cadeia de fornecimento florestal. A maioria das equipes de compras das empresas que consomem madeira já aproveitaram as óbvias economias de custo ao eliminar fontes de madeira de alto custo, de baixa qualidade e com altos custos de frete. Mas onde mais eles podem encontrar essas oportunidades? Quais perguntas os tomadores de decisão precisam fazer para identificar novas fontes de economia e, mais importante, quais são as implicações de longo prazo da economia sustentável da cadeia de suprimentos?

Algumas das perguntas que devem ser feitas (e respondidas) incluem:

  • Como meu sistema de compras de matéria-prima difere dos melhores desempenhos no meu grupo de empresas concorrentes?
  • Existem lugares onde eu supero o mercado? E onde estou abaixo do mercado?
  • Posso evitar compras spot e reduzir meus custos?
  • Estou concentrando minhas metas de compras nas áreas de menor custo da minha zona de compras?

Para argumentar, suponhamos que uma empresa hipotética de produtos florestais - ABC Produtos de Madeira - já tenha um bom controle sobre seus próprios dados e custos da cadeia de suprimentos, e esteja usando ativamente os dados do mercado de transações da Forest2Market do Brasil para entender sua posição no mercado. Embora essas economias de custo melhorem o desempenho atual e a lucratividade impulsionada pela equipe de compras, como essas economias podem se estender por toda a organização e impactar o valor total da empresa?

 

Calculando o valor da empresa

O Enterprise Value é uma medida do valor total de uma empresa¹ e também pode representar o preço teórico de aquisição de uma empresa. Para comprar uma empresa diretamente, um comprador teria que assumir as dívidas da empresa adquirida, mas também receberia todo o dinheiro desta. Adquirir a dívida aumenta o custo para comprar a empresa; já a aquisição do dinheiro não apenas reduz o custo de aquisição da empresa, mas também aumenta o valor do acionista.Cost_Forecast

Como se chega a um EV confiável? Um bom ponto de partida para determinar esse valor é avaliar o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA). Esse número é uma representação bastante confiável da lucratividade de uma empresa e da capacidade de saldar sua dívida. "É uma maneira rápida de avaliar a capacidade da empresa de pagar juros ou dívidas", diz Gil Sadka, professor assistente de contabilidade da Columbia Business School. Sadka diz que o EBITDA é uma "quase estimativa" do fluxo de caixa livre (FCF), que é "uma avaliação mais tradicional e abrangente do desempenho de uma empresa".

Embora os multiplicadores possam variar, as empresas de capital aberto normalmente vendem de 7 a 12 vezes o EBITDA, que também é uma das razões pelas quais as grandes corporações podem adquirir negócios menores e reavaliá-las rapidamente a um preço mais alto. Como isso se relaciona com as melhorias na cadeia de suprimentos e na lucratividade de um fabricante de produtos de madeira?

Para ilustrar melhor esses impactos no caso da empresa ABC, lembre-se de que um dólar economizado é melhor do que um dólar ganho:

  • A ABC é negociada publicamente com um EBITDA de US$ 100 milhões e compras anuais de madeira de 1,5 milhão de toneladas.
  • Ao implementar o programa de Otimização da Cadeia de Suprimentos da Forest2Market do Brasil, a ABC é capaz de obter uma economia anual de custos de madeira de US$ 0,50 / tonelada, ou US$ 750.000 por ano.
  • Usando o multiplicador padrão para empresas de tamanho comparável (10 x EBITDA), essa economia anual de US$ 750.000 acrescenta US$ 7,5 milhões ao valor do negócio e afeta proporcionalmente o preço por ação.

No caso de exemplo da ABC, reduzir ativamente os custos da cadeia de suprimentos da empresa impulsionou a economia, o resultado e o EBITDA da empresa e aumentou o EV da empresa. A economia de US$ 0,50 por tonelada no exemplo acima vale US$ 7,5 milhões no EV! Cada dólar economizado se estende ao valor total da empresa.

Esse processo pode ser implementado em empresas privadas menores da mesma maneira, criando uma posição privilegiada em um mercado altamente competitivo. Assim como no caso de exemplo da ABC, a economia da cadeia de suprimentos pode significar um aumento real nos resultados e, por extensão, um EV mais forte.


¹ O EV é calculado como a capitalização de mercado mais a dívida, as participações minoritárias e as ações preferenciais, menos o caixa total e os equivalentes de caixa.

Saiba mais sobre os produtos e serviços da Forest2Market do Brasil

Back to Blog

You May Also be Interested In

Diretor da Forest2Market do Brasil fala à TV sobre mercado de base florestal e pandemia
No último dia 19, o diretor da Forest2Market do Brasil, Marcelo Schmid, deu entrevista ao programa Terra Viva, da TV...
Continue Reading
Abril 22, 2020
Efeitos do COVID-19 na Indústria florestal brasileira
Alguns players da Indústria de base florestal brasileira passam bem frente à crise econômica causada pelo...
Continue Reading
Setembro 30, 2019
A montanha-russa do mercado de exportações de produtos de pinus
A atividade florestal é sabidamente uma atividade de longo prazo. Se faz necessário esperar anos para (literalmente)...
Continue Reading